Biografia

Cremilda Medina, nasceu e cresceu na ilha do Monte Cara, São Vicente, Cabo Verde e desde criança que a música faz parte da sua vida.
A morna, rainha dos estilos musicais da Música Tradicional de Cabo Verde, é a estrela guia de Cremilda.

Percurso

Aos 9 anos, brilhou na gala dos Pequenos Cantores em S. Vicente e com 14 entraria no grupo musical juvenil “Rytmos” que animou festas e acontecimentos sociais na ilha.

Aos 19 anos, Cremilda passou a fazer parte da banda musical “Noites de Mindelo”.

Mas o seu nome passa a ser conhecido do grande público quando se tornou numa das finalistas do concurso Talentu Strela, um programa e espetáculo televisivo de procura de novos talentos. Cremilda participou na primeira e na segunda edições, tendo, nesta última obtido a pontuação máxima do júri, ficando em terceiro lugar no geral.

Cremilda venceu também o prémio Melhor Intérprete Feminina na gala ”Mindel Premio”, em 2011.

Já partilhou o palco com grandes nomes da música de Cabo Verde como Diva Barros, Titina Rodrigues, Boy Gê Mendes, Grace Évora, Michel Montrond, Neuza Pina, Mirri Lobo, Boss AC, e internacionais como o cantor Brasileiro Diogo Nogueira, o Angolano Heavy C e a cantora Shaudeh Price.

Em 2012 foi cabeça de cartaz da 11a edição do Festival de mornas na ilha da Boavista sob lema “Morna, nôs Símbolo, nôs Cultura”.

Em 2013 foi nomeada para melhor intérprete individual feminina na gala ”Mindel Awards” em São Vicente. Cremilda Medina já actuou nos mais diversos palcos de Cabo Verde, em espectáculos, galas e festivais. Em Dezembro de 2014 fez a sua estreia internacional num concerto em Portugal com um auditório completamente cheio, onde centenas de pessoas aplaudiram de pé a sua actuação.

Tendo como principais referências, a cantora Cesária Évora e os cantores Bana, Ildo Lobo, Morgadinho e Paulino Vieira, Cremilda empenha-se na assunção de uma carreira musical assente na tradição e valorização dos estilos tradicionais caboverdianos, tendo lançado em Outubro de 2016 o seu primeiro single, a morna “Raio de Sol” em homenagem á sua avó “Bia”.

Em 2017 recebeu a sua primeira nomeação internacional, nos IPMA – International Portuguese Music Awards para “Music Video of the Year” nos Estados Unidos da Améria com o single “Raio de Sol”.

Com o mesmo single, recebe também em 2017 a nomeação nos CVMA – Cabo Verde Music Awards para a categoria de “Melhor Morna” e “Melhor Videoclip” e vence o SAPO Award CVMA 2017 “Artista mais popular na internet”.

Em Novembro de 2017 edita o seu primeiro disco de nome “Folclore”, onde Cremilda Medina explora os ritmos tradicionais, em especial a morna e a coladeira, mas onde também se aventura pelo fado, numa composição “Sou Crioula” com letra do escritor José Eduardo Agualusa e música de Ricardo Cruz, produtor que já trabalhou com artistas de renome do fado Português como Mariza, Dulce Pontes e António Zambujo. Há também uma incursão por ritmos brasileiros, nomeadamente o samba, no tema “Berço d’Morabeza” escrito por João Carlos Silva, com música de Anísio Rodrigues.

O disco tem ainda composições de autores que dispensam apresentação, mas aos quais Cremilda Medina se orgulha de dar voz, Morgadinho, Paulino Vieira, Manuel d’Novas, Ti Goi, Antero Simas e muitos outros.

Subscreva a Newsletter e receba todas as Novidades e Notícias